REGULAMENTO

1 – Âmbito geral

O Milaneza 100 k Portugal 2016 é um evento desportivo de corrida de resistência, que irá decorrer em Lousada, no dia 1 de Abril de 2017, e que será composto por quatro provas de estrada: Ultramaratona de 100 km (individual), Ultramaratona de 100 km em estafetas (4 atletas), Maratona (individual) e Maratona por estafetas (3 atletas).

1.1 – Organização

O evento 100 k Portugal 2017 é organizado pela marca 100 k Portugal e co-organizado pela Câmara Municipal de Lousada e pelo Grupo Dramático e Recreativo de Retorta.

1.2 – Caracterização do evento e descrição dos percursos

A 2ª edição do evento 100 k Portugal decorrerá no Complexo Desportivo de Lousada, e será constituída por quatro provas competitivas:

100 k Portugal – 100 km a correr

Terá uma extensão de 100 km e o percurso será tendencialmente plano, delineado em circuito fechado com extensão de aproximadamente 2300m, sendo o piso maioritariamente constituído por asfalto, exceptuando-se algumas curtas secções em terra batida e tartan.

100 k Portugal – 100 km a correr – Estafetas

Terá uma extensão de 100 km e o percurso será tendencialmente plano, delineado em circuito fechado com extensão de aproximadamente 2300m, sendo o piso maioritariamente constituído por asfalto, exceptuando-se algumas curtas secções em terra batida e tartan.

Cada equipa será composta por 4 atletas. Não é obrigatório que cada atleta corra a mesma distância, isso fica ao critério do capitão de equipa. Não existe distância mínima por atleta. Caso um atleta (ou mais) não compareça à prova, a equipa poderá correr com o nº. de atletas restantes.


Maratona de Lousada – 42,195m

A prova terá uma extensão de 42,195 km e o percurso coincide totalmente com o circuito da prova 100 km a correr.

Maratona de Lousada em estafetas

A prova terá uma extensão de 42,195 km e o percurso coincide totalmente com o circuito da prova 100 km a correr. Cada equipa será composta por 3 atletas. Não é obrigatório que cada atleta corra a mesma distância, isso fica ao critério do capitão de equipa. Não existe distância mínima por atleta. Caso um atleta (ou mais) não compareça à prova, a equipa poderá correr com o nº. de atletas restantes.

2 – Condições de participação

2.1 – Condições físicas e mentais

A idade mínima para participação em qualquer uma das provas é de 18 anos, completados até ao dia de realização da prova.

Cada atleta deve ter plena consciência da necessidade de possuir a condição física adequada às características destas provas de extrema exigência, em face da duração das mesmas e da longa quilometragem a cumprir, em condições meteorológicas (exposição ao sol, chuva, frio, vento, nevoeiro) imprevisíveis, que podem ser adversas e eventualmente variáveis ao longo da duração da prova.

Cada atleta deverá aferir das suas capacidades reais, que lhe permitam reagir adequadamente na gestão de problemas intrínsecos a este tipo de provas, como sejam a fadiga extrema, os problemas digestivos, as dores musculares e articulares e as lesões.

É recomendável que todos os participantes realizem um exame médico desportivo que ateste a sua aptidão para a realização deste tipo de actividade física.

Em qualquer momento, antes da realização da prova ou durante o decurso da mesma, a organização reserva-se ao direito, se assim o entender, de afastar um atleta caso este apresente algum sinal de patologia que coloque em causa a sua saúde e o seu bem-estar.

2.2 – Participantes e equipas

A prova 100 k Portugal – 100 km a correr admite apenas participação individual.

A prova 100 k Portugal – 100 km a correr em estafetas admite apenas participação por equipas, de acordo com a seguinte listagem:

  • Equipa de 4 atletas – masculino;
  • Equipa de 4 atletas – femininos;
  • Equipa de 4 atletas – mista.

A prova Maratona de Lousada admite apenas participação individual.

A prova Maratona de Lousada em estafetas admite apenas participação por equipas, de acordo com a seguinte listagem:

  • Equipa de 3 atletas – masculino;
  • Equipa de 3 atletas – femininos;
  • Equipa de 3 atletas – mista.

2.3 – Inscrições

Ao inscrever-se, o atleta está implicitamente a concordar na íntegra com o presente regulamento. Cada inscrição individual é pessoal e intransmissível. As inscrições por equipa são da responsabilidade do capitão ou capitã de equipa, de acordo com o que está referido adiante neste regulamento.

As inscrições serão distribuídas ao longo de três fases.

  • 1ª fase: Até 31 de Dezembro de 2016;
  • 2ª fase: de 01 de Janeiro de 2017 a 28 de Fevereiro de 2017;
  • 3ª fase: de 01 de Março de 2017 a 19 de Março de 2017.

Qualquer dúvida deverá ser remetida para  geral@100kportugal.com.

2.3.1 – Processo de Inscrição

As inscrições estão a cargo da empresa Lap2go e serão efectuadas online, podendo aceder-se ao formulário de inscrição a partir do site oficial da prova (www.100kportugal.com). As formas de pagamento disponíveis são: multibanco e paypal.

A veracidade dos dados fornecidos é da responsabilidade do participante, salientando-se a importância da exactidão dos mesmos para diversos efeitos, em especial para efectivação de seguro.

Nas provas por estafetas, na inscrição da equipa deverá existir um capitão (ou capitã) que será o(a) responsável pela inscrição e o meio oficial de comunicação entre a equipa desde o momento da inscrição até ao término do evento. O capitão está obrigado, até ao dia 15 de Março de 2017, a comunicar formalmente à organização do evento, através do endereço geral@100kportugal.com eventuais alterações à sua equipa, assim como todos os dados necessários requeridos na ficha de inscrição que possam ainda estar em falta.

Nas equipas, caso algum atleta não compareça, estas poderão correr com o nº. de atletas restantes. Nestes casos, não haverá no entanto lugar à devolução da taxa de inscrição dos atletas em falta.

2.3.2 – Taxas de Inscrição

Existem 3 periodos de inscrição. Consulte a Tabela de Taxas de Inscrição.

Em qualquer das quatro provas, o valor da taxa de inscrição inclui:

  • Seguro desportivo;
  • Peitoral[1];
  • T-shirt técnica;
  • Abastecimentos ao longo da prova (zona da meta);
  • Medalha de finisher, a todos os atletas que completem a respectiva prova;
  • Possibilidade de banhos no final da prova.
  • Contribuição de 1€ para os Bombeiros Voluntários de Lousada.

No acto de inscrição, poderão ainda solicitar almoço (6€ por atleta ou familiar).

2.4 – Escalões e prémios

Nas provas 100 k Portugal – 100 km a correr e Maratona de Lousada, para além da classificação geral individual, serão considerados escalões, referentes ao género e à idade do(a) participante à data de realização da prova, de acordo com a seguinte lista:

  • Geral individual Masculinos – M;
  • Geral individual Femininos – F;
  • Seniores Masculinos – SenM (18 a 39 anos);
  • Veteranos Masculinos I – M40 (40 a 49 anos);
  • Veteranos Masculinos II – M50 (50 anos ou mais);
  • Seniores Femininos – SenF (18 a 39 anos);
  • Veteranos Femininos I – F40 (40 a 49 anos);
  • Veteranos Femininos II – F50 (50 anos ou mais);

Serão atribuídos prémios aos três primeiros classificados de cada escalão.

Relativamente às provas por estafetas, serão considerados os seguintes escalões:

  • Masculinos;
  • Femininos;
  • Mistos;

3 – Provas

3.1 – Prova 100 k Portugal

A prova terá início às 9:00 do dia 1 de Abril de 2017 e terá duração máxima de 15 horas.

O abandono temporário (para descanso, ida ao wc ou por outro motivo), terá que ser feito sempre obrigatoriamente na zona do paddock, em local destinado ao efeito. Em nenhuma circunstância um atleta poderá abandonar o circuito fora do local indicado, sendo que a ocorrer esse facto será motivo de desclassificação imediata.

Haverá zonas de controlo ao longo do traçado da prova.

Não é permitida a utilização de bastões.

3.2 – Prova 100k Portugal em estafetas

A prova terá início às 9:00 do dia 1 de Abril de 2017 e terá duração máxima de 15 horas.

A prova será disputada em equipa de 4 atletas, não tendo cada um deles de percorrer a mesma distância. A gestão será feita pela própria equipa. Um atleta poderá correr mais do que uma vez, correndo, descansando e voltando mais tarde à pista.

A troca de atletas deverá ocorrer obrigatoriamente junto à zona de meta, em local previamente definido pela organização. Em nenhuma circunstância a troca de atletas poderá ocorrer fora desse local especificamente destinado para o feito, sendo que a ocorrer, esse facto será motivo de desclassificação imediata da equipa.

O abandono temporário (para descanso, ida ao wc ou por outro motivo), terá que ser feito sempre obrigatoriamente na zona do paddock, em local destinado ao efeito, devendo sempre a organização ser informada do facto. Em nenhuma circunstância um atleta poderá abandonar o circuito fora do local indicado, sendo que a ocorrer esse facto será motivo de desclassificação imediata.

Haverá zonas de controlo ao longo do traçado da prova.

Não é permitida a utilização de bastões.

3.3 – Prova Maratona de Lousada

A prova terá início às 9:00 do dia 1 de Abril de 2017 e terá duração máxima de 06 horas.

O abandono temporário (para descanso, ida ao wc ou por outro motivo), terá que ser feito sempre obrigatoriamente na zona do paddock, em local destinado ao efeito. Em nenhuma circunstância um atleta poderá abandonar o circuito fora do local indicado, sendo que a ocorrer esse facto será motivo de desclassificação imediata.

Haverá zonas de controlo ao longo do traçado da prova.

Não é permitida a utilização de bastões.

3.4 – Prova Maratona de Lousada em estafetas

A prova terá início às 9:00 do dia 1 de Abril de 2017 e terá duração máxima de 06 horas.

A prova será disputada em equipa de 3 atletas, não tendo cada um deles de percorrer a mesma distância. A gestão será feita pela própria equipa. Um atleta poderá correr mais do que uma vez, correndo, descansando e voltando mais tarde à pista.

A troca de atletas deverá ocorrer obrigatoriamente junto à zona de meta, em local previamente definido pela organização. Em nenhuma circunstância a troca de atletas poderá ocorrer fora desse local especificamente destinado para o feito, sendo que a ocorrer, esse facto será motivo de desclassificação imediata da equipa.

O abandono temporário (para descanso, ida ao wc ou por outro motivo), terá que ser feito sempre obrigatoriamente na zona do paddock, em local destinado ao efeito, devendo sempre a organização ser informada do facto. Em nenhuma circunstância um atleta poderá abandonar o circuito fora do local indicado, sendo que a ocorrer esse facto será motivo de desclassificação imediata.

Haverá zonas de controlo ao longo do traçado da prova.

Não é permitida a utilização de bastões.

4 – Conduta

Um atleta será punido com desclassificação no caso de incorrer numa das seguintes condutas (sendo o mesmo válido para as equipas):

  • Não cumprir o presente regulamento;
  • Não passar no controlo de partida;
  • Não passar nos pontos de controlo obrigatórios;
  • Não completar a totalidade do percurso;
  • Recusar-se a apresentar o peitoral;
  • Perder ou alterar o peitoral;
  • Perder o dispositivo electrónico de controlo de passagem;
  • Ignorar as indicações da organização;
  • Revele algum sinal de conduta antidesportiva.

No caso específico das equipas, para além dos pontos referidos acima, será ainda motivo de desclassificação no caso de incorrer numa das seguintes condutas:

  • Proceder à troca de atletas fora do local destinado a esse efeito;
  • Ter mais do que um atleta simultaneamente em prova.

Casos omissos a este regulamento serão resolvidos pela organização, obrigando-se a mesma a dar, para esse efeito, o respectivo conhecimento às partes interessadas, do modo que considerar mais adequado.

5 – Informações gerais

Os atletas não são obrigados a utilizar os abastecimentos disponibilizados pela organização da prova, podendo recorrer a alimentação própria.

Em caso de alteração de percursos ou cancelamento de qualquer das provas, seja por questões de ordem meteorológica adversa ou outros motivos de força maior, impeditivos da realização das mesmas, a organização reserva-se o direito de não devolver a totalidade do valor das taxas de inscrição.

São veículos privilegiados de transmissão de informação, o sítio oficial da prova (www.100kportugal.com), bem como a página do evento na rede social facebook (https://www.facebook.com/100kportugal).

Eventuais actualizações do presente documento serão sempre comunicadas nos veículos privilegiados de transmissão de informação acima referidos, salvaguardando-se sempre as condições já estabelecidas com os atletas entretanto inscritos.

Qualquer dúvida deverá ser remetida para o endereço  geral@100kportugal.com.

Ao inscrever-se em qualquer das provas, o atleta assume que participa de forma voluntária e por sua conta e risco, bem como que aceita tacitamente as regras definidas no presente regulamento.

[1] O peitoral é pessoal e intransmissível, devendo o mesmo ser colocado de forma bem visível.